ACONTECE NO

XXII Feira Cultural

23 de outubro de 2017

Tema: A arte do experimento (tempo, tempo, tempo…)

 

Já pensou sobre seu tempo livre?

 

Não costumamos dar muito valor ao nosso ócio. Acredita-se que esse tempo, nos dias de hoje, é bem aproveitado quando se descansa das nossas tarefas do trabalho. Mas a verdade é que o ócio é o tempo para liberdade de escolha. Ou seja, é pensar sem ser assediado pelo relógio: o tempo de Kairós (pela mitologia grega: o deus do tempo de qualidade).

 

Em contraponto, temos Chronos (pela mitologia grega: o deus do tempo quantificador); o que geralmente tem mais espaço em nossas vidas, pelo modo social que vivemos hoje. Tudo é “para ontem”, de forma perfeita e com pressão.

 

Para se viver em equilíbrio acredita-se que Chronos e Kairós precisam estar balanceados em nosso cotidiano. Kairós, assim como Chronos necessita da nossa atenção da mesma maneira. Afinal, por que o seu tempo livre -muitas vezes um hobbie- não é levado a sério?
Questionamos esse padrão em nossa XXII Feira Cultural, com o tema “A arte do experimento: tempo, tempo, tempo…”, proporcionando vivências. Uma Feira Cultural completamente “fora da caixinha”.

 

Foram 6 vivências: Areia e o vento/ Inspire e expire/ Cantar, dançar e viver/ Como é o tempo na escuridão/ Natureza Viva e Tempos sem fronteiras. Mais 4 vivências do infantil: Sala da pintura em guache/ Sala do tato com os pés/ Sala das cortinas e cama de gato e Sala da colagem e massinha. Todas as vivências conversam entre si, mesmo sem ter a necessidade de vivenciar todas elas.

 

A abertura foi feita com uma peça teatral relacionando Chronos e Kairós em nosso dia a dia. Logo após, os pais e as crianças eram direcionados a duas das vivências. Depois, retornavam ao teatro para uma apresentação experimental de química que explicava porque não podemos ser apenas Chronos ou apenas Kairós. Ao final, as crianças apareciam no mezanino, cantando “Trevo”, da banda Anavitória, que relaciona a qualidade do tempo e das pessoas em nossas vidas.

 

Foi uma grande reflexão em vivências entre familiares e crianças, além de toda tematização nos corredores; um corredor com alunos representando o mundo Chronos, e outro corredor com alunos representando Kairós.

 

Tornou-se um dia imerso nesses dois tempos, aprendendo o que temos de melhor e pior em ambos os lados, e como nossa sociedade se relaciona com o tempo.

 

O Colégio Beka deseja inspirar as pessoas a gerenciarem melhor o tempo e comprometer-se com ele, a fim de vivê-lo melhor com o equilíbrio entre Chronos e Kairós.

 

Veja como foi cada uma dessas vivências!

 

 

Explicação geral (abertura/fechamento)

 

Vivência Areia e o vento

 

Vivência Inspire e expire

 

Vivência Cantar, dançar e viver

 

Vivência Como é o tempo na escuridão

 

Vivência Natureza Viva

 

Vivência Tempo sem fronteiras

 

Vivências do Infantil

(Sala da pintura em guache/ Sala do tato com os pés/ Sala das cortinas e cama de gato e Sala da colagem e massinha)

ÚLTIMOS EVENTOS

A importância do Condicionamento em Odontopediatria

30 de Janeiro de 2018

A importância do Condicionamento em Odontopediatria

Condicionamento em Odontopediatria. Você sabe o que é?   Pesquisas mostram que o medo de dentista geralmente é consequência de uma má experiência com um profissional da área quando criança.   Então, a Dra. Ângela Siqueira – odontopediatra – do Programa Saúde Escolar, trabalha com as crianças o “Condicionamento”. Os alunos são levados ao consultório […]

LEIA MAIS
Taça BK – Resultado final

29 de Janeiro de 2018

Taça BK – Resultado final

O vencedor da X edição da Taça BK é o 1º ano A do Ensino Médio com 18 fases, Em segundo lugar temos o 6º ano B com 13 fases e em terceiro lugar com 8 fases o 9º ano A.   4º lugar: 6ºA, 7ºA e 7ºB  5ºs lugar: 2º A EM  6º lugar: 3ºA EM  […]

LEIA MAIS
O ensino da matemática através do lúdico

24 de Janeiro de 2018

O ensino da matemática através do lúdico

              A matemática é fundamental em nossas vidas e as crianças desenvolvem melhor os conceitos matemáticos através do lúdico.               As brincadeiras para o aprendizado de matemática devem ser dirigidas e com finalidade específica, desenvolvendo assim, capacidades importantes como a memorização, a noção espacial, a percepção e a atenção.               O lúdico […]

LEIA MAIS

NEWSLETTER

Receba nossas news cadastrando seu email

O E-MAIL é obrigatórios. Ocorreu um erro, por favor tente novamente mais tarde. Cadastro realizado com sucesso!

marque uma visita

ou ligue para nós:
(11) 3935-5019